Notícias

NA MÍDIA - Covid-19: Entidades pedem vacinação em bancos de sangue e clínicas de imagem

'LINHA DE FRENTE'
Covid-19: Entidades pedem vacinação em bancos de sangue e clínicas de imagem
Christiane do Valle fez a solicitação à Saúde


A Redação

Goiânia - Em nome do Sindicato dos Laboratórios de Análises e Banco de Sangue no Estado de Goiás (Sindilabs-GO) e da Federação dos Hospitais, Laboratórios, Clínicas de Imagem e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado de Goiás (Fehoesg), a presidente Christiane do Valle solicitou que funcionários de bancos de sangue e clínicas de imagem sejam incluídos ao plano de vacinação contra a covid-19 no Estado.

O pedido foi feito no domingo (24), logo após receber do Conselho Estadual de Saúde (CES/GO) a Nota Técnica da Secretaria da Saúde de Goiás, que definiu as prioridades para a aplicação das 65 mil doses das vacinas AstraZeneca destinadas ao Estado. Christiane entrou em contato com o presidente do CES/GO, Venerando Lemes, questionando a ausência dos profissionais de bancos de sangue e de clínicas de imagem no cronograma.

De acordo com a secretaria, as doses serão destinadas a trabalhadores de hospitais públicos, privados e filantrópicos, Unidades de Pronto Atendimento (Upas), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Sistema Integrado de Atendimento em Telemedicina (Siate), pronto atendimento e laboratórios.

O cronograma não contempla os trabalhadores de bancos de sangue nem de clínicas de imagem da rede privada que, segundo a presidente das entidades, também têm participado ativamente do atendimento a pacientes com covid-19 na realização de testes, como exames laboratoriais e tomografias. “Por isso, já solicitamos esclarecimentos ao Conselho e a inclusão destes profissionais nesta etapa de vacinação”, disse Christiane, que também integra a diretoria da Confederação Nacional de Saúde (CNSaúde).

Ela observou ainda que as entidades representativas dos prestadores de serviços de saúde privados estão atentas para garantir o respeito à ordem de prioridade estabelecida no cronograma oficial de vacinação divulgado pelos órgãos de saúde e evitar o uso inadequado de doses, como já registrado em algumas cidades.

“Vivemos um momento delicado, com as doses ainda insuficientes para todos, por isso precisamos de lisura e responsabilidade nesta vacinação. O Sindilabs-GO e a Fehoesg estão de olho e trabalhando em defesa dos prestadores de serviços de saúde”, afirmou. (A Redação 25/01/21)

replica watches https://www.topwatchshop.org


Assessoria de Comunicação - Fehoesg - 25/01/2021

 

Newsletter

Casdastre-se para receber nossos informativos:

 

Federação dos Hospitais do Estado de Goiás

Av. Goiás nº 609, sala 702, Ed. Sandoval de Azevedo, Setor Central
CEP 74005-010 - Goiânia - Goiás

 

Telefone:(62)3093 4311

 

[email protected]

GOsites